Pular para o conteúdo principal

QI/CHI : A FORÇA VITAL QUE EQUILIBRA A VIDA

qi

QI/Chi: a força vital que equilibra a vida


O conceito de QI tem uma longa jornada teórica e prática na tradição histórica da cultura Chinesa. QI (pronunciado “Chi”) é considerado a energia vital que circula no corpo, e na natureza. O conceito é a principal chave na medicina tradicional chinesa, em que o cultivo e circulação do Chi é realizado através de exercícios que mantém e ajudam na saúde do corpo e da mente.
Por outro lado, as deficiências e bloqueios do fluxo do Chi são as causas de todas as doenças e enfermidades. Por muitos séculos, a medicina chinesa tem tido como principal objetivo manter o equilíbrio do Chi no corpo através de alguns exercícios específicos, tais como Chi Kung, acupuntura, acupressão, massagens, chás com diferentes misturas de ervas e raízes naturais. 
Fora da cultura chinesa, outras tradições reconhecem e integram a ideia da força vital – como o ‘Prana’ nas tradições Hindu. ‘Lung’ no Budismo Tibetano e ‘Mana’ na antiga tradição Hawaiana.  O fluxo do chi no corpo foi estudado amplamente, mapeando os canais e meridianos ao longo do corpo. Esses pontos e meridianos também são a base para a acupuntura e acupressão das massagens terapêuticas.

MEDICINA ANCESTRAL E OS LIMITES DA CIÊNCIA OCIDENTAL

Mesmo que medicinas alternativas tenham se integrado lentamente ao Ocidente, o conceito do Chi continua, de alguma forma, sendo diferente e difícil de integrar com os modelos recorrentes da ciência medicinal. Isso não significa que os nossos 200 anos de ciência moderna tenha colocado à terra esse milenar conhecimento do Chi, mas sim que ele não é facilmente acomodado dentro de suas estruturas e lógicas modernas. :(  A ciência ocidental é analítica, ou seja, ela explica os fenômenos de acordo com a sua cadeia mensurável e observável subjacente de causa e efeito. Já por outro lado, a medicina chinesa é holística, o que significa que explica fenômenos observáveis de acordo com princípios de ordem superior imperceptíveis que regem a natureza, tais como Chi. Apesar das diferenças entre a ciência moderna e a medicina antiga, eu acredito que o conhecimento científico ainda é jovem, provisório e está sempre expandindo seus horizontes. É perfeitamente possível para a medicina ocidental integrar também a ideia de Chi em sua teoria. Por exemplo, muitos estudos têm mostrado de forma muito clara os benefícios indiscutíveis dos exercícios de Chi Kung e Tai Chi, acupuntura e acupressão. Ainda que a metodologia científica não possa traduzir a ideia, pois se faz imensurável (por enquanto, talvez).

O Poder de cura do chi

Então, mas o que o Chi faz? Ou melhor, quais são os benefícios corporais de manter seu Chi em equilíbrio?
A prática principal de manter e cultivar o Chi, como já dissemos antes, são o Chi Kung e o Tai Chi. Se você for a China e acordar cedo, dê uma volta pelas praças. Você verá desde jovens a idosos praticando os exercícios em grupos ou individualmente. De acordo com seus praticantes, os benefícios se conectam – desde o relaxamento e foco mental para a saúde corporal, imunidade de doenças, boa circulação sanguínea, boa digestão e união das forças internas.
Há muitos estudos científicos que buscam provas palpáveis, um bom exemplo é um estudo realizado em larga escala pela Universidade da Carolina do Norte que concluiu que a prática de Chi Kung é altamente eficaz no alívio da dor e redução de rigidez em pacientes com artrite. Outro estudo publicado no Journal of the American Geriatrics Society (Abril de 2007), mostra como a prática regular do esporte aumenta a produção de glóbulos brancos, revitaliza a medula óssea e aumenta o número de células T no organismo, impulsionando o sistema imunológico.
A prática de Chi Kung foi desenvolvida e aperfeiçoada ao longo dos séculos pelos médicos que descobriram que certos movimentos ou exercícios aumentam a circulação de Chi em todo o corpo e nos órgãos internos. Alguns desses movimentos foram espelhados nos movimentos da natureza, principalmente de certos animais. Isso se alinha com a filosofia taoista que detém ciclos e ritmos da natureza como um dos seus princípios fundamentais.

se mova com A energia

qi-energy
Algumas pessoas podem se desanimar em tentar por pensar que a prática do Chi Kung é algo exotérico e complicado, mas na realidade esses exercícios são movimentos bem simples que podem ser aprendidos facilmente, e sua prática só precisa de alguns minutos de seu dia. Existem muitas formas de aprender, há muitas fontes de estudo online, vou aproveitar para indicar duas fontes legais pra quem quiser aprender: Movimentos do Chi Kung e Fluindo a Energia dos Dez Tesouros. Esses exercícios geram uma leveza indescritível! E o melhor, você não precisa de mais nada para aprender além da sua própria vontade! :) Há também aulas e grupos que se reúnem para praticar pela cidade, só dar uma pesquisada que é fácil de achar. Caso você não encontre práticas em grupo de Chi Kung, há também o Tai Chi, que é outra forma de manter o bom fluxo do Chi no corpo, porém ambas necessitam da sua disposição! rss Seja você praticante ou professor, suas experiências serão muito bem vindas nos comentários abaixo!
Espero que você se anime a praticar, é muito gostoso! Muito obrigado, até a próxima ;)
NM
Fontes: Soul Hilker + Google
https://ograndejardim.wordpress.com/2015/03/31/qichi-a-forca-vital-que-equilibra-a-vida/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ARTE DO KUNG FU SEXUAL

A Arte do Kung Fu Sexual5 de novembro de 2015

Você já deve ter ouvido falar antes sobre a arte sexual de algumas culturas orientais, como o Kama Sutra, o sexo Tântrico, entre outros. Hoje falaremos sobre uma outra abordagem, originária da China, o aspecto sexual do Kung Fu, os 3 corpos e mais! Muito interessante!
O Sexo ou a Energia Sexual para os chineses ou para qualquer outra cultura oriental, não é brincadeira mental. Fantasias mentais costumeiras, para nós ocidentais, é sinônimo de ejaculação sem controle. Se não estamos centrados em nosso próprio corpo, no momento presente, estas fantasias tornam-se uma fuga da energia que deveria ser conduzida sadiamente para nossas próprias células. O Kung Fu sexual é uma expressão de nosso próprio poder e controle. A capacidade de assumir o comando de nosso próprio corpo, mente e alma. A energia sexual pode ser desenvolvida de forma significativa em pessoas que utilizam dessa arte, e uma vez coletada, pode ser transmutada em várias formas de en…

NADIS,OS MERIDIANOS DE ENERGIA DO CORPO

Ilustração mostrando os Nadis e os Chakras
Nadis, os meridianos da energia do corpo

29 de abril de 201520 de agosto de 2015
Conhecido como Nadi Pariksha ou exame via pulso na medicina indiana ancestral, os Nadis são canais ou portas energéticas em que o Prana ou a força da vida fluem através do corpo e está conectada a pontos especiais, os Chakras. Em Sânscrito, o termo “Nadi” se origina da palavra “Nad”, que significa emoção, fluidez ou vibração. Como as veias e as artérias são importantes para a saúde funcional do nosso corpo físico, as ondas Nadis fluem através dos nossos nervos físicos como um circuito sutil da mente, do eu, da matriz da consciência que suportam nossa presença física em diversas dimensões existenciais.  O Prana precisa fluir livremente através do sistema para ser saudável. Quando ele se torna fraco ou congestionado, nos leva a uma pobreza mental e a uma saúde débil. Muitas vezes, experiências de vida dolorosas levam a bloqueios, de modo que abrir estes canais é impor…

TAO - A SABEDORIA DO SILÊNCIO INTERNO

TAO – A Sabedoria do Silêncio Interno Pense no que vai dizer antes de abrir a boca. Seja breve e preciso, já que cada vez que deixa sair uma palavra, deixa sair uma parte do seu Chi (energia). Assim, aprenderá a desenvolver a arte de falar sem perder energia. Nunca faça promessas que não possa cumprir. Não se queixe, nem utilize palavras que projectem imagens negativas, porque se reproduzirá ao seu redor tudo o que tenha fabricado com as suas palavras carregadas de Chi. Se não tem nada de bom, verdadeiro e útil a dizer, é melhor não dizer nada. Aprenda a ser como um espelho: observe e reflicta a energia. O Universo é o melhor exemplo de um espelho que a natureza nos deu, porque aceita, sem condições, os nossos pensamentos, emoções, palavras e acções, e envia-nos o reflexo da nossa própria energia através das diferentes circunstâncias que se apresentam nas nossas vidas. Se se identifica com o êxito, terá êxito. Se se identifica com o fracasso, terá fracasso. Assim, podemos observar que as …